Você sabe como a limpeza pode interferir na saúde da população?

 

A higiene de um local e a saúde das pessoas estão diretamente ligadas, portanto, a prática de limpeza profissional na maioria dos lugares está cada vez mais frequente. Em lugares públicos, é uma obrigatoriedade ter o serviço de limpeza profissional especializado.

 

De acordo com os dados divulgados pela RL Higiene, através de uma pesquisa realizada pela ISSA – International Sanitary Supply Association (EUA), 75% dos clientes não retornam a um estabelecimento cujos banheiros estejam sujos, além de 99% dos clientes afirmarem que a falta de limpeza gera uma impressão negativa a respeito da loja.

 

A falta de limpeza causa também diminuição da produtividade. 88% das pessoas que frequentam academias, dizem que não voltam se o local estiver com problemas de limpeza. Assim como, 88% dos estudantes de ensino superior afirmam que ambientes sujos atrapalham a concentração nos estudos.

 

Considerando que todos os anos até 20% da população possui gripe e são gastos em média 10,4 bilhões de dólares em custos médicos devido a doenças e até perdas de vida, foi constatado que existem 227 bilhões de gastos com perdas de produtividade, 232 bilhões em remédios e 117 bilhões em perdas com licenças médicas, o que totaliza $ 576 bilhões com custos de saúde por ano.

 

A conclusão feita com essa pesquisa focada em limpeza e saúde é que esses números podem ser reduzidos através da limpeza profissional em locais públicos e privados.

 

Manter os locais limpos reduz até 46% do absenteísmo e 62% da redução de presença de vírus nas superfícies de objetos. A limpeza é um valor real e mensurável, podendo gerar, por exemplo, um aumento de produtividade de até 8% dos colaboradores em uma empresa.

 

(Fonte: https://www.rl.com.br/o-valor-da-limpeza-pode-ser-medido/

https://www.issa.com/member-benefits/value-of-clean/value-of-clean-infographic )