Tecnologia é sinônimo de alta performance, mais segurança e mais produtividade. Isso todo mundo sabe. O que poucos se dão conta é que a tecnologia está cada vez mais adentrando, também, o mundo da limpeza.
E não é para menos. O mercado de Limpeza Profissional é um dos segmentos mais importantes atualmente, cuja relevância se expressa cada vez mais devido às mudanças que ocorrem no mundo.

Primeiramente, é um mercado que está na linha de frente para gerenciar o risco de futuras epidemias. Vivemos em um mundo interconectado, onde vírus se propagam cada vez mais rapidamente, fazendo com que as epidemias ocorram. Basta pensar no recente surto mundial de sarampo, que tomou parte também no Brasil, em especial no estado de São Paulo. Outra urgência são problemas ecológicos, cada vez mais discutidos e enfrentados em todo o globo. E a cadeia produtiva da Limpeza vem buscando soluções para melhorar sua atuação também na saúde e sustentabilidade – muitas delas passando pela inovação.

Como ressalta o vice-presidente da Abralimp, David Drake, “Os fornecedores precisam usar a tecnologia disponível. As empresas que melhor entenderem os detalhes destas mudanças e evoluções, e usarem estes recursos para inovar, são as que mais obterão sucesso”.

Existem duas maneiras de aproveitar as oportunidades que o mercado verá. A primeira é inventar um novo produto. A segunda é melhorar a tecnologia existente. As barreiras de entrada para segmento de Limpeza são baixas, fazendo com que existam oportunidades tanto para as empresas existentes, quanto para empreendedores novos. O maior desafio, como reforça Drake, “É entender aonde vai o mercado, desenvolver ou aprimorar as linhas de produtos, e solucionar os obstáculos que enfrenta o cliente final”.

Mas e você, será que conhece as inovações disponíveis no mercado da Limpeza Profissional?

 

Limpeza, máquinas autônomas e a “Internet das Coisas”

Você já ouviu falar de Internet das Coisas? O termo, chamado em inglês de Internet of Things ou IoT, se refere à revolução tecnológica que permite conectar os itens do dia-a-dia à Internet.

Uma fabricante multinacional de limpadoras de piso já oferece este sistema inovador, que traz informações online sobre seus produtos, como a intensidade do uso das máquinas, o desgaste das peças e até sua geolocalização. “Temos dados de empresas limpadoras americanas que confirmam que, por conta de empréstimos ou deslocamentos, em torno de 10% da frota de máquinas é ‘perdida’”, conta o diretor da fabricante, Sacha Haim. “Se estes equipamentos tivessem um geolocalizador com ‘cercas virtuais’, todas as máquinas estariam conectadas, facilitando a gestão da operação diária e, principalmente, a gestão do patrimônio”.

Outra inovação vem das lavadoras de piso autônomas, não tripuladas, que dispensam o operador e interagem com a equipe de limpeza apenas para enviar mensagens como: término do serviço, obstrução de passagem, áreas não lavadas por algum tipo de impedimento etc. “Com menos de um ano de lançamento, esta lavadora já é hoje o equipamento profissional autônomo com o maior número de unidades vendidas no mundo”, diz Sacha. “Isto certamente se deve ao seu diferencial, que permite ao colaborador, em vez de ficar por horas sentado na máquina dando voltas, cuidar da realização de outras tarefas de maior valor”.

 

APP para aumentar a produtividade

Uma fabricante alemã, além de fornecer equipamentos para limpeza, vem apostando também nas soluções digitais para os clientes. Trata-se de aplicativos com funcionamento online e offline, disponíveis para Android e iOS, para gestão das rotinas e planos de trabalho da limpeza.

“Nossas soluções digitais, quando integradas ao serviço de limpeza como um todo, processam informações em tempo real e apontam graficamente o status de cada operação, auxiliando a tomada de decisões, o dimensionamento e o gerenciamento de recursos”, destaca o gerente de Produto, Marcio Souza.

Ideal para medir e aprimorar performances, o software gerencia as limpezas realizadas por ambientes e por metro quadrado, dispõe de GPS para orientar a operação e mensurar as atividades de máquinas e pessoas, auxiliando na visão dos tempos de execução da limpeza, em ambientes limpos e não limpos, em performances individuais, eventos sazonais etc.

“Os principais benefícios desta ferramenta são a melhoria nos planos de trabalho, a padronização dos processos e a utilização inteligente dos equipamentos para aumentar a produtividade”, reforça Marcio. “E o melhor: por ser desenvolvida por nosso time de especialistas, e com plataformas multiliguagem, torna-se uma solução flexível para ser ajustada de acordo com as necessidades de cada cliente”.

 

Menos impacto ambiental

Um dos pilares da relação entre sustentabilidade e Limpeza Profissional é evitar a poluição do meio ambiente. E a chamada “química verde” é parte fundamental desta empreitada.

Uma fabricante de químicos inovou ao desenvolver produtos feitos apenas com componentes naturais, livres de substâncias petroquímicas, ácidas, alcalinas, conservantes ou corrosivas.

“Trabalhamos apenas com ingredientes naturais de fontes renováveis”, explica o sócio da empresa, Marcelo Ebert. “Usamos os Terpenos que, na natureza, promovem a limpeza e a assepsia do meio ambiente, além de outros tensoativos naturais e óleos essenciais”.

Em 2018, a empresa teve a aprovação da Anvisa para registrar o primeiro desinfetante com princípio ativo natural do mercado. E sua linha de produtos foi a primeira a ter o Rótulo Ecológico da ABNT, permitindo que seja fornecida para construções certificadas no Brasil e no exterior.

“Com essas inovações, conseguimos disponibilizar formulações mais seguras, com baixo grau de toxicidade e alergenicidade em relação ao que existe no mercado, e com baixíssimo impacto ambiental, já que os produtos são altamente biodegradáveis, possuem pH neutro e seu descarte não requer cuidados especiais”, enumera Marcelo.
Mas a produção de químicos ambientalmente responsáveis, com ação rápida e segura, já é mais que uma tendência.
“Muitas empresas vêm exigindo o uso de produtos cada vez mais ecoeficientes, pois querem evitar ao máximo problemas com resíduos em efluentes”, destaca o Químico Responsável de outra fabricante, Daniel Graciotti Pistori.

Recentemente, a empresa também certificou quatro de seus produtos com o Rótulo Ambiental da ABNT. “Para obter a certificação, toda a cadeia produtiva é auditada, assegurando assim todo o processo dentro das normas ecológicas vigentes”, explica.

Por fim, a Limpeza Profissional também privilegia a sustentabilidade no quesito “economia de recursos naturais”. Basta pensar nas lavadoras automáticas de pisos, que podem reduzir em até 85% o consumo de água.
Tudo isso prova que a realidade da Limpeza Profissional já está no futuro, trazendo a tecnologia para dentro da realidade de empresas e clientes, e assegurando uma convivência harmônica com as questões ambientais e de saúde.

Fonte: ABRALIMP.

[Participaram desta reportagem as empresas: Alfa Tennant, Kärcher, Riccel, Spartan e Terpenoil].

Fotos: Pixabay