O OBJETIVO DESTE MÉTODO É RESTAURAR o brilho de pisos frios, tratados com ceras ou impermeabilizantes, por meio de limpeza molhada, seguida de recamada de acabamento.

PROCEDIMENTO:

  • Retirar o pó;
  • Lavar o piso;
  • Aplicar cera com mop aplicador tipo lã de carneiro, aplicador horizontal ou sistema similar;
  • Polir com enceradeira de baixa, alta ou altíssima velocidade, de acordo com o sistema utilizado.

PREPARO DO EQUIPAMENTO:

Verifique se o equipamento está em perfeitas condições de uso antes de levá-lo ao local do serviço; verifique se a voltagem elétrica local é condizente com a do aparelho; evite o uso de extensões elétricas e, caso seja inevitável, siga as recomendações do fabricante quanto à capacidade do fio e o comprimento máximo permitido; desenrole todo o fio do equipamento antes de iniciar o trabalho, evitando o “efeito bobina”, pois isso gera um campo eletromagnético que aquece o cabo de energia e pode provocar desde danos no equipamento até um incêndio.

LIMPEZA MOLHADA

É recomendada antes da recamada de cera ou acabamento, para evitar a formação de um “sanduíche de sujeira” e consequente escurecimento prematuro da película.

POLIMENTO SECO

Após o acabamento é conveniente fazer o polimento seco para reduzir o tempo de cura e auxiliar no endurecimento do filme.

UTILIZAÇÃO DE FIBRAS

Devem ser seguidas as instruções do fabricante de acabamentos para definir corretamente o tipo de fibra utilizada na limpeza molhada e no polimento seco após a recamada.

ENCERADEIRAS

A escolha entre enceradeira de baixa, alta ou altíssima velocidade depende do tipo de acabamento utilizado. Para isso, é fundamental consultar e seguir as recomendações do fabricante.

LIMPADOR NEUTRO

Deve ser do tipo sem enxague (rinse free).

(Fonte: Manual de Processos Abralimp)