Em um hospital, o ambiente contaminado é um aspecto relevante para a ocorrência de infecção relacionada à assistência à saúde. Inúmeros microrganismos, patogênicos ou não, ficam sobre superfícies destinados à assistência.

 

Com o objetivo de reduzir os impactos do fator ambiental na transmissão de patógenos, é necessário investir recursos humanos e financeiros no processo de limpeza e desinfecção das superfícies. Entre as medidas utilizadas para melhorar o processo de limpeza e desinfecção das superfícies, está o feedback para a equipe e clientes por meio do processo de monitoramento, entre esses processos, é destacada a mensuração da quantidade ATP Bioluminescência (Adenosina Trifosfato).

 

O método de mensuração do ATP foi desenvolvido pela técnica da bioluminescência, utilizando um swab (parecido com um cotonete grande, o swab estéril é um instrumento utilizado para fazer coleta de amostras), o equipamento luminometro SystemSURE Plus mede a quantidade de adenosina trifosfato (ATP), moléculas de energia universal encontrada em todos os animais, vegetais, bactérias, células de leveduras e bolores, resíduos conhecidos como alimentares e orgânicos, que contêm grandes quantidades de ATP. Os resíduos podem abrigar bactérias e  desenvolver biofilmes e muitos outros problemas que podem comprometer a qualidade do produto e áreas sanitizadas. Após a limpeza, todas as fontes de ATP devem ser reduzida significativamente.

 

Quando o ATP entra em contato com o reagente luciferina/luciferase líquido estável que se encontra nos swabs, a luz é emitida em proporção direta com a quantidade de ATP presente. O sistema mede a quantidade de luz (RLU) gerada e fornece informações sobre o nível de contaminação em apenas 15 segundos. Quanto maior for a leitura, maior será a contaminação.

O sistema  de monitoramento é usado como avaliador da limpeza de uma superfície imediatamente após a sua execução, garantindo que a contaminação tenha sido removida e comprovando a eficácia da higienização. Dependendo da área medida, este sistema vai ajudar na qualidade do produto, prolongar a sua vida útil, evitar a contaminação cruzada e permitir medidas corretivas imediatas.

No serviço de higiene hospitalar, normalmente é feita a mensuração do ATP, uma vez ao mês, em superfícies aleatórias dentro do hospital.

São utilizados os seguintes valores para validação do processo (esses valores podem variar conforme o fabricante do aparelho):

0 – 25 RLU – aprovado

25 – 50 RLU – reavaliar

acima de 50 RLU – reprovado ( reavaliar técnica, processo e produto)