A norma ISO 14001 define o Sistema de Gestão Ambiental (SGA), que permite avaliar e controlar os impactos ambientais das atividades da empresa

ISO 14001 / Freepik

Práticas ambientais têm se tornado cada vez mais importantes no mundo dos negócios. Definido pela norma ISO 14001, o Sistema de Gestão Ambiental (SGA) é uma delas, tendo objetivo, por meio de uma estrutura organizacional, avaliar e controlar os impactos ambientais de suas atividades.

Nesse sentido, a condução de auditorias ambientais internas, além de ser uma exigência da norma ISO 14001, contribui para melhoria do desempenho ambiental do negócio a partir de uma avaliação sistemática e objetiva dos processos que compõem o Sistema de Gestão Ambiental.

Rafaela de Lima, da Fundação UniAbralimp / Divulgação

Melhores oportunidades, imagem e reputação, assim como a administração de recursos, especialmente os naturais, são alguns dos benefícios que uma empresa pode usufruir ao implementar esse tipo de gestão.

Rafaela de Lima, instrutora da Fundação UniAbralimp, explica os pilares e os princípios que regem a ISO 14001: “A norma segue os princípios do ciclo PDCA (sigla em inglês para Planejar, Fazer, Monitorar e Agir). A ISO 14001, bem como outras normas de gestão, são estruturadas com base nesses pilares e na melhoria contínua. O primeiro passo para estruturar um sistema de gestão ambiental eficaz é um bom planejamento, que envolve a elaboração da política ambiental, a definição clara de objetivos, identificação de riscos e levantamento de aspectos ambientais de todos os processos das atividades”.

Victor Kenzo Horie, do Hospital Sírio-Libanês / Divulgação

Victor Kenzo Horie, do Hospital Sírio-Libanês / Divulgação

Assim como nas demais práticas ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês), é importante que haja continuidade e abrangência, como explica Victor Kenzo Horie, coordenador de Sustentabilidade do Hospital Sírio-Libanês.

“O Sistema de Gestão Ambiental propõe uma estrutura sistemática para garantir que as práticas ambientais não fiquem somente relacionadas a ações pontuais, mas que sejam norteadas por uma política ambiental. Todo processo é analisado de maneira crítica, com apoio da alta direção e verificado em auditoria interna e externa para garantir o cumprimento dos requisitos da norma, assim permitindo que seja comunicado interna e externamente, com visibilidade perante a sociedade em relação ao respeito ao meio ambiente”, comenta.

Desafios e vantagens

Além do acompanhamento sistêmico, a estruturação, engajamento e treinamento dos colaboradores são alguns dos desafios de implantação da norma. Embora demande um esforço de toda organização, os benefícios da ISO 14001 são diversos, com impactos positivos nos negócios, como explica Lima.

“Entre as vantagens de estruturar um Sistema de Gestão Ambiental estão o fortalecimento da imagem da empresa, melhor integração dos objetivos ambientais com os processos existentes, redução de custos, maior transparência e competitividade”, reforça.

O envolvimento por parte de toda organização é fundamental, principalmente da alta direção.

Sustentabilidade nas empresas

Pesquisa feita em 2019 pela Allonda Ambiental revela que 73% das empresas de serviços no Brasil possuem metas de sustentabilidade.

O impacto em toda cadeia logística e de produção é significativo e representa grande avanço e melhoria nos processos operacionais. Nesse sentido, Horie explica o que acontece na prática.

“O setor de serviços tem grande impacto na cadeia produtiva. Então, além de olhar para o contexto, como a redução de emissões de gases de efeito estufa, controle dos resíduos perigosos, aumento da reciclagem de resíduos e conscientização do consumo de água e energia, é necessário olhar para a cadeia de prestadores de serviço, com avaliação das práticas ambientais desde a homologação até o acompanhamento na operação dos prestadores dentro e fora da instituição. Esta avaliação, juntamente com outros aspectos, possui o reconhecimento PREX (Prêmio de Excelência para Fornecedores)”, reforça.

No setor de limpeza profissional, o Sistema de Gestão Ambiental pode – e deve – ser implementado. Os benefícios, além de serem gerados e impactarem diretamente as empresas, contribuem de maneira significativa para mudanças positivas do setor.

“Os profissionais de limpeza ou hotelaria podem sentir esse sistema de gestão por meio de processos estabelecidos, treinamentos para garantia do processo, preparo para emergências que podem ocorrer, uso de produtos químicos menos agressivos ao meio ambiente e ao colaborador e, com isso, também podem se tornar notificadores de incidentes ou de oportunidades de minimização de danos ambientais”, comenta Horie.

ISO 14001: Formação de Auditores Ambientais

Como parte da norma ISO 14001, a atuação de auditores ambientais é parte fundamental para garantir a supervisão dos impactos ambientais nas atividades da empresa e monitorar fornecedores.

Nos dias 30 e 31 de maio, a Fundação UniAbralimp irá oferecer o curso ISO 14001: Formação de Auditores Ambientais. O treinamento será oferecido de maneira online, e vai abordar importantes conceitos sobre a Norma ISO 14.001 (Sistema de Gestão Ambiental), alinhando a prática com a teoria para a formação de auditores ambientais. O curso vai capacitar o participante fornecendo técnicas e exemplos práticos de auditorias ambientais. Especialmente para este treinamento, é recomendável que o aluno tenha feito o curso de Interpretação e Implementação da Norma ISO 14001 ou tenha um conhecimento prévio sobre a norma.

O curso abordará técnicas e melhores práticas para a realização de auditorias ambientais. Ao final do treinamento, o participante terá conhecimento sobre as competências necessárias para um auditor, como elaborar um relatório de auditoria e quais são as fases de uma auditoria externa de certificação.

O grande diferencial será a apresentação dos conceitos, que será feita de forma interativa com atividades que envolvem trabalho em grupo, exercícios práticos, sessões de brainstorming e troca de experiências, proporcionando aos participantes, melhor assimilação e entendimento do conteúdo teórico.

Rafaela Lima, instrutora do curso, destaca a importância do treinamento para o setor de limpeza profissional.

“O curso é de extrema relevância, uma vez que o setor de limpeza profissional possui grande interação com o meio ambiente em seus processos. Por meio das auditorias ambientais, é possível identificar boas práticas a serem mantidas ou implementadas, melhorias com base nos aspectos ambientais presentes e possibilidade de iniciar um processo de certificação a partir do diagnóstico realizado nas auditorias internas”, explica.

Saiba mais sobre o curso e faça a sua inscrição no site da UniAbralimp.