Palestrantes com destacada atuação na área abrilhantam Fórum de FM em oportunidade única para profissionais do setor conhecerem como os países tratam o assunto e se preparam para o futuro

A sustentabilidade estará no foco do Fórum Internacional de Facility Management, entre os dias 9 e 11 de agosto, em São Paulo, durante o IV Encontro de Facility Management, simultaneamente à Higiexpo 2022, maior feira de negócios do setor de limpeza profissional.

O evento terá a presença de grandes nomes do mercado internacional e propõe o tema FM agora para um futuro sustentável.

Collins Osayamwen, presidente da Association of Facilities Management Practitioners-Nigeria e embaixador da EuroFM, na Nigéria, fará a palestra Africa FM Development, no primeiro dia do fórum, e conta que o setor de FM, até então pouco reconhecido na África, testemunhou nos últimos anos um crescimento notável.

Ele chama a atenção para o fato de que os profissionais de FM na África precisam se reinventar continuamente para satisfazer as crescentes necessidades dos clientes e enfrentar as urgências atuais na prestação de serviços, seja pela demanda de alguns governos ou do setor privado.

Segundo Osayamwen, a região tornou-se opção de destino para marcas globais que buscam aproveitar os potenciais de investimento, a população jovem e os recursos naturais abundantes do continente. Para tanto, as empresas dependem de uma boa prática de FM para ter um ambiente sustentável e garantir a produtividade do negócio.

Collins Osayamwen / Divulgação

“Uma das principais urgências da profissão para a África é a falta de padronização das práticas de FM para ajudar tanto os provedores de serviços como as equipes de compras das organizações”, explica.

Padronização de processos

Para o especialista, a gestão FM não trata apenas de manutenção, mas tem um papel estratégico, que exige habilidades de liderança e gestão, além do conhecimento técnico, sabendo que é preciso empenho para a padronização dos processos a fim de garantir a prestação de serviços eficientes, consistentes e rentáveis. “A implementação do ISO 41001 vai elevar muito o perfil da profissão na África.”

Para tratar a questão da padronização, o Fórum recebe, da Cidade do Cabo, África do Sul, Helgard Pienaar, que atua nas áreas de Engenharia de Soluções e Desenvolvimento de Negócios da Pragma Global. Ele foi o organizador da ISO 41014 (sobre estratégias de FM), publicada em setembro de 2020 e, atualmente, da ISO 41018 (relacionada a metodologias), que está em desenvolvimento.

Helgard Pienaar / Divulgação

Pienaar explica que a ISO 41018 será o padrão internacional para o desenvolvimento de uma política de FM, enfatizando as decisões, atividades, informações, dados e todos os interesses que precisam ser coordenados em um processo de gestão.

“A norma é destinada a organizações que desejam estabelecer uma política de FM ou testar uma já existente contra um padrão internacional para melhorar sua eficácia. Ela fortalecerá a aplicação da ISO 41001, que especifica os requisitos para um sistema de gerenciamento, e complementa a ISO 41014, relativa à estratégia de FM”, explica.

Falando em estratégias…

Atuar de modo estratégico é fundamental no setor. Para Brian Atkin, professor, membro do Grupo de Estratégia de FM e Comitê Técnico da British Standards Institution e integrante do ISO Technical Committee on FM, os gestores de FM devem ter maior participação nas decisões em nível estratégico que afetam o core business.

Brian Atkin / Divulgação

Em sua palestra Strategic Facility Management indicará os principais pontos a que os gestores devem ter atenção, principalmente considerando as mudanças provocadas pela pandemia, entre os quais ressalta saber como reocupar instalações, particularmente escritórios, no retorno ao trabalho e a probabilidade de essa ocupação não atingir os níveis anteriores.

Atkin alerta para o papel dos provedores de múltiplos serviços para integrar serviços não facility, como TI, gerenciamento de frota de veículos e até serviços de viagens de negócios.

O que está por vir no mundo dos Facilities será o tema da palestra The Future of Facilities – Are You Ready, de Michel Theriault, diretor da FM Insight Consulting Ltd., coordenador acadêmico do Programa de Certificado de Facility & Property Management da Ryerson University em Toronto, Canadá, e vencedor do prêmio IFMA Distinguished Author, pelo livro Managing Facilities & Real Estate.

Michel Theriault / Divulgação

Segundo o especialista, para avaliar as principais tendências é preciso considerar os efeitos da recente pandemia, com a recuperação dos problemas em torno de serviços e fornecimentos e as políticas e protocolos para a volta ao trabalho.

“Analisar as tendências é algo importante, porém mais fundamental é estabelecer uma base forte para serviços eficazes, eficientes e valiosos e ser considerado um importante parceiro estratégico pelas organizações para as quais trabalhamos”, pontua.

O desafio das tecnologias

De acordo com Ted Ritter, diretor da LMI360 e presidente global da Comunidade de Tecnologia IFMA, os modelos tradicionais de negócios estão sendo desafiados pelo impulso das tecnologias. O ritmo em que as soluções tecnológicas crescem é exponencial e o setor de FM se beneficiará dessa atualização. “A tecnologia tornou-se um instrumento essencial para os profissionais do segmento.”

Ted Ritter / Divulgação

Para ele, que conduzirá a palestra Technology & FM, as tecnologias permitirão gerenciar custos e impulsionar operações de modo mais eficiente, gerenciar a saúde e a segurança e evoluir com metas de sustentabilidade.

“Este é um ótimo momento para revisitar ou atualizar estratégias de tecnologia em FM, independentemente de onde você esteja em sua jornada tecnológica. Com a Covid deixando uma marca indelével na forma como trabalhamos, com a adoção ampla e permanente do escritório híbrido, tais mudanças impõem a revisão de métricas e das tecnologias”, avalia Ritter.

Novos valores

A palestrante Suvi Nenonen, doutora em Filosofia e especialista sênior em Working and Learning Environments na Universidade de Helsinque, na Finlândia, apresentará aos participantes do fórum o tema Work, Time and Place – Re-Imaging the Office.

Suvi Nenonen / Divulgação

Ela considera que o mundo entrou em uma era em que se espera que haja valor agregado para se deslocar para o trabalho. Em sua visão, voltar a um escritório com as mesmas características de dois anos atrás não será uma estratégia de sucesso e os gestores precisam entender as expectativas das pessoas.

“Sabemos que nem todas as tarefas poderão ser conduzidas trabalhando em casa e a reformulação do escritório requer mais contribuição para a qualidade do local, ou seja, como ele pode melhorar o bem-estar, a sustentabilidade e como ele pode dar respostas às diversas necessidades dos seus usuários”, pontua Suvi.

Esses e muitos outros assuntos de relevância para o mercado serão discutidos no Fórum Internacional de Facility Management.

Será uma grande oportunidade para conhecer e refletir sobre as tendências e urgências do setor pelo mundo afora. Quem atua ou tem interesse de ingressar na área não pode ficar de fora desse encontro.

A acesse o site do evento e faça a sua inscrição: Inscrição Fórum Internacional de Facility Management (sigevent.com).

Fonte: Abralimp

Fotos: Freepik e Divulgação