Gestão da inovação tem tudo a ver com estratégia. A competição nunca esteve tão acirrada e a transformação digital – acelerada pela pandemia – elevou a exigência do mercado a níveis nunca vistos. Com isso, inovar se tornou premissa, e a Limpeza Profissional precisa estar preparada não para o amanhã – mas para o agora.

Se novas demandas surgem a todo instante, se sustentabilidade deixou de ser um diferencial para se tornar premissa básica, é mais do que necessário estar por dentro das tendências em inovação e alinhado a elas para aumentar a competitividade e eficiência do setor. Nesta reportagem exclusiva da Higiplus, conheça soluções focadas em tecnologia, sustentabilidade e inovação que vêm mudando a face da Limpeza Profissional.

Produtos únicos, com tecnologias únicas

Nanotecnologia é a manipulação da matéria em escala atômica e molecular, ou seja, um tipo de tecnologia focada nas propriedades dos materiais de tamanho nanométrico para a criação de novos produtos.

Também é a razão de existir da Nano4You, uma fabricante de produtos e soluções para limpeza, manutenção e conservação de pisos e revestimentos fundada no Paraná, que utiliza nanopartículas, extratos orgânicos, vegetais e ecológicos em suas composições, com o objetivo de fornecer ao mercado profissional soluções de alta tecnologia focadas na proteção ambiental e humana.

“Vimos na nanotecnologia uma forma de buscar novas oportunidades, tendo produtos únicos, com características únicas e soluções únicas, uma vez que é sempre difícil criar algo completamente novo”, aponta o CEO da empresa, Rodrigo Anderson Matos.

Tudo começou quando conheceram a Guard Industry, da França – presente em 85 países com produtos de nanotecnologia voltados a grandes projetos e proteção de patrimônios públicos como o Louvre, a Champs-Élysées e o Vaticano – o que levou a um acordo de importação e um contrato de transferência de tecnologia que já completa sete anos. “Hoje, um de nossos produtos mais inovadores é um limpador multiuso que possui como base substâncias extraídas da casca da laranja, o que o torna totalmente biodegradável em até 18 dias”, diz Rodrigo.

Além de atuar no campo da preservação do patrimônio público – a cidade de Curitiba e seus monumentos contam com produtos da marca para eliminação de pichações e vandalismo, por exemplo – a empresa também se apoia na estrutura de conhecimento local para avançar em seus processos.

“Inovar leva tempo, custa caro e não é algo a se fazer sozinho. Aprendemos com o tempo como incentivar a inovação em todo o setor, utilizando as ferramentas já existentes como o ISI Senai (Instituto Senai de Inovação), a UFPR (Universidade Federal do Paraná) e o Tecpar (Instituto Tecnológico do Paraná), entre outros. A rede está aí; temos que entender como funciona para poder interagir”.

Usina própria e resíduos que viram tijolos

Respirar inovação e sustentabilidade, e aplicá-las ao longo de toda a cadeia produtiva, significa investir em práticas sustentáveis desde a escolha dos fornecedores de matérias-primas até o pós-venda, mostrando ao mercado que a tecnologia pode e deve gerar resultados para a empresa, para o cliente, mas também para o planeta.

Essa é a aposta da Becker, fabricante de químicos de limpeza sediada no Rio Grande do Norte. “Somos movidos a energia positiva e, para nós, isso significa ter práticas sustentáveis inseridas no dia a dia, contribuindo para um mundo melhor e mais verde”, defende o gerente Comercial, Douglas Fernandes de Campos.

Além de contar com produtos biodegradáveis, fabricados em seu polo industrial que conta com matriz energética própria – uma usina solar – a empresa também possui uma ETE (Estação de Tratamento de Efluentes), de onde são retirados resíduos que são usados para a fabricação de blocos de tijolo.

Como resultado do investimento diário em sustentabilidade, desde 2020 a empresa possui licença para utilizar a Rotulagem Ambiental tipo I ABNT e, também, o Selo de Identificação de Conformidade do IQB (Instituto Brasileiro de Qualificação e Certificação) – OCP 0006 para as embalagens de seus produtos, fabricadas em totalidade pela empresa.

Por fim, a gestão sustentável aplicada a toda a cadeia produtiva rendeu à empresa o reconhecimento internacional da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Unido). “Acreditamos que, ao desenvolver produtos de alta tecnologia e sustentáveis, estamos contribuindo com o setor de Limpeza Profissional, gerando mais segurança ao trabalhador, levando eficácia à operação e, ao mesmo tempo, protegendo o meio ambiente”, conclui Douglas.

Biotecnologia e tensoativos sustentáveis

Reconhecida mundialmente por seu perfil inovador, a Basf investe no desenvolvimento de soluções tecnológicas com perfil sustentável, com um portfólio que engloba surfactantes, emulsificantes, polímeros e agentes quelantes, entre outros, mas que também conta com novidades. Uma delas é a biotecnologia com foco em enzimas.

“As enzimas que temos em nosso portfólio são voltadas ao processo de lavagem de roupas, contemplando tanto o mercado de Limpeza Profissional quanto o doméstico”, explica Luisa Cardoso, gerente de marketing de Home Care da Basf para América do Sul. “Essas enzimas – como a celulase e a protease – ajudam tanto na remoção de manchas mais difíceis como na conservação das peças, já que interagem com outros ingredientes para evitar que os tecidos fiquem acinzentados. Também podem ser compatíveis com outras enzimas, oferecendo alto desempenho de lavagem mesmo em baixas temperaturas”.

Outra novidade são os tensoativos à base de óleo de palma sustentável, já disponíveis no Brasil para aplicação industrial em detergentes e agentes de limpeza, e que contam com a certificação RSPO (Roundtable on Sustainable Palmoil). A produção de óleo de palma (palmiste) certificada demonstra um impacto aproximadamente 36% menor no aquecimento global se comparada à não certificada, alinhando os princípios da matéria-prima aos resultados sustentáveis buscados pelos clientes.

Por fim, a empresa também está atenta à demanda dos fabricantes de produtos de limpeza por formulações concentradas e semiprontas. “Contamos com uma linha que reúne opções de lava-roupas líquido, lava-louças manual e limpadores de superfícies, que precisam apenas ser customizadas. O fabricante irá diluir e acrescentar fragrância, espessante e coloração de acordo com o produto final que pretende oferecer ao mercado”, explica Luisa. “Com essa solução, atendemos às demandas por compostos concentrados e de alta eficiência, facilitando a vida do fabricante, permitindo que foque em outros pontos além da formulação e, com isso, promovemos e ajudamos no desenvolvimento do setor de Limpeza Profissional no Brasil”, finaliza.

 

 

 

Fonte: ABRALIMP.

Foto/Divulgação: ABRALIMP.