Dois mil e vinte não foi um ano fácil. Mas se é possível dizer que levaremos dele algo de positivo, esse algo é o aprendizado.

Aprendemos a nos reinventar, a trabalhar com mais celeridade – provavelmente num ritmo que jamais imaginaríamos – aprendemos a abraçar a tecnologia, a vencer os medos, a guiar nossos barcos não importa o tamanho da tempestade. Mas, principalmente, a sociedade inteira aprendeu o valor da limpeza.

A limpeza ganhou os holofotes e foi para a linha de frente no combate à pandemia, com um verdadeiro exército de heróis que não mediram esforços para levar higienização de altíssimo nível aos mais diferentes ambientes, de indústrias ao transporte público, de escritórios a hospitais.

Para isso, aprendemos também o valor da boa liderança. A liderança que mostrou como estávamos todos no mesmo barco, e que teve o papel primordial de fazer com que todos remassem na mesma direção.

A liderança aliás, ganhou novos papeis no cenário da Limpeza Profissional. Coube a ela fazer chegar na ponta a importância de seguir os protocolos de limpeza. Mas coube também estar ali no dia a dia, para dar apoio, orientar, treinar, ouvir e incentivar os milhares de heróis que estavam literalmente “com as mãos no vírus”.

Houve certamente muitos momentos em que os próprios líderes não sabiam o que fazer. Mas o simples fato de mostrarem empatia já trouxe a muitos o alívio necessário e um grande sentimento de pertencimento.

Para ressaltar a importância da liderança, a revista HigiPlus conversou com oito diferentes gestores do setor de Limpeza, sobre seus aprendizados de 2020 e as expectativas para 2021.

COM A PALAVRA, OS GESTORES:

“O ano de 2020 foi um verdadeiro doutorado na minha vida pessoal e profissional, onde descobri que apenas 50% do que sabia valia algo e deveria aprender mais 50% em pouco tempo. Descobri que o Brasil tem, além de 220 milhões de técnicos de futebol, 220 milhões de médicos e estrategistas de política, pelos discursos e posicionamentos. Conheci e confirmei pessoas incríveis, profissionais de alta capacidade de colaboração e engajamento. Assim como em 2020 aprendemos muito e reagimos, em 2021 terá sucesso quem conseguir unir um time de ‘cúmplices’, fortalecer parcerias, e buscar com muita competência e ética o mercado, inovando sempre. Não existe salve-se quem puder, o desafio hoje é salvem-se todos. Não tenham medo de 2021, estaremos sempre do lado dos amigos da Abralimp e do mercado”. Luciano Galea – Leone Equipamentos.

“Todos aqui passamos por momentos de grande pressão, sejam fabricantes, sejam prestadoras de serviços, mudando processos, protocolos, tudo num tempo muito rápido, tendo que fazer esse conhecimento chegar à ponta; e ter a liderança para fazer com que isso tudo se multiplicasse fundamental. Limpeza significa saúde”. Luciano Nunes Rocha – Girassol Química.

“Em 2020 enfrentamos a pior pandemia da história mundial. Nossa equipe realizou feitos memoráveis durante esse ano cercado do desconhecido, e do desafio de agir e de se adaptar a uma nova realidade. Formamos uma equipe sólida e comprometida com os propósitos da empresa, conscientes da importância do seu trabalho para um meio ambiente mais saudável e sustentável. Em 2021, com certeza seremos melhores, mais fortes e mais resilientes, com o propósito ainda maior de construir um ano bem melhor!”. Camila Bortoletto – Contemar Ambiental.

 “O ano de 2020 trouxe grandes desafios, mas ao mesmo tempo grandes aprendizados. Estávamos acostumados a definir metas e estratégias e trabalhar para alcançá-las. Porém, 2020 exigiu mudanças imensas nas estratégias, e o elevado grau de incertezas que o mercado vivia exigiu de nós agilidade para alterar rotas e nos moldar às novas demandas. Para próximo ano ainda teremos grandes desafios, mas com certeza estaremos mais preparados para enfrentá-los. Entender a necessidade do mercado e desenvolver soluções adequadas, em tempo hábil, será a grande chave para o sucesso em 2021.” Valcir Almeida – Spartan.

 “O maior aprendizado de 2020 foi, principalmente, dar importância às competências individuais das pessoas, as soft skills. Vimos o quanto a resiliência, a capacidade de adaptação, a abertura ao novo fez diferença em termos de gestão. O quanto as pessoas que estavam preparadas para mudanças se destacaram. Diante desse cenário nós conseguimos nos manter, o que mostra o quão fortes nós somos, e tudo isso nos enriqueceu ao ponto de termos uma certeza: se passamos por isso, não há nada que possa nos parar em 2021”. Carolina Mello – Milclean.

“Sempre nos perguntávamos quando a limpeza vai ter um papel preponderante na saúde, bem-estar e qualidade de vida das pessoas? E parece que pelos caminhos tortuosos da Covid acabamos alcançando esse novo patamar”. Miguel Echeverria – IPC.

“Nunca é possível validar todas as variáveis que podem surgir no meio de um caminho. A pandemia veio para mostrar justamente essa questão na prática. Muitos sofreram, outros tantos tiveram sorte no ramo de negócios, mas quem evoluiu de fato não foram os que cresceram, mas os que perceberam a importância da flexibilidade nos momentos difíceis e do valor das pessoas quando temíamos por elas. Tenho foco sim em 2021, não pelo otimismo exagerado ou pela fé de tudo se normalizar, mas pelo pensamento positivo e esforço desprendido nesses meses sem descanso. Sabemos que os desafios continuam, mas vejo que podemos sair mais fortes, estando dispostos a fazer mais e melhor do que antes”. Rafael Thomé Gasparin – Profline Higiene.

 “A Abralimp veio com esse papel muito destacado em 2020, de capacitar, desenvolver pessoas e ainda ajudou a resolver uma grande dificuldade que o setor de Limpeza enfrentava, que é o reconhecimento das pessoas em perceber a vital importância da higienização. Nós sempre reforçamos o convite: você, empresário do setor, associe-se à Abralimp. Você vai ver que irá potencializar a capacidade de sua empresa de desenvolver pessoas e fazer bons negócios em 2021”. Renê Ferreira – Celta Serviços.

Dois mil e vinte se encaminha para o final sem sabermos como será o ano seguinte. A Covid não desaparecerá só porque entraremos em primeiro de janeiro. Não há mágica. Mas certamente estaremos mais preparados, mais resilientes, mais fortes e mais aptos a encarar os desafios. Vamos agora tomar fôlego novo e encarar de frente o ano que está por vir.

 

 

Fonte: ABRALIMP.

Foto/Divulgação: ABRALIMP.