Documento traz destaque para a área de facilities

Manual Brasileiro de Acreditação: Serviços
para a Saúde – Selo de Qualificação ONA – Versão 2020.

Acaba de entrar em vigor a nova edição do Manual de Certificação de Serviços para a Saúde – Selo de Qualificação, lançado pela ONA (Organização Nacional de Acreditação). O documento foi preparado por um comitê composto por profissionais da área técnica da entidade, especialistas e associações setoriais e por representantes do setor de facilities, com destaque para a Brasanitas (associada Abralimp).

A nova edição do documento atualiza os padrões nacionais de qualidade e segurança para processamento de roupas, dietoterapia, manipulação e esterilização de materiais. Além disso, três novos serviços de apoio foram incluídos: nutrição de produção e clínica, higienização e engenharia clínica.

“Nós fomos os pioneiros nesse mercado, entendendo que a higienização na área da saúde exige técnica e especialização. Atualmente, mais de 90% dos nossos clientes são instituições acreditadas, o que reforça a nossa posição de referência no segmento. Receber o convite da ONA para contribuir com os critérios técnicos da revisão do Manual Brasileiro de Acreditação, realizando os testes em campo, foi gratificante para nós”, declara Eliane Lima, Diretora da Divisão Hospitalar da companhia.

Além de contar com novos serviços, a edição destaca os requisitos que contemplam tanto as etapas de execução das atividades quanto planejamento e gerenciamento, como dimensionamento de recursos, insumos e equipamentos, sustentabilidade e eficiência operacional.

Com isso, a metodologia de avaliação passa a ser mais objetiva. A partir de agora, para receber o certificado, as instituições precisam atingir a pontuação mínima de 85% de conformidade por padrão.

Referência

Responsável pelo desenvolvimento dos padrões de segurança e qualidade em saúde no Brasil, a ONA (Organização Nacional de Acreditação – www.ona.org.br) tem parâmetros reconhecidos internacionalmente e aplicados em mais de 800 instituições de saúde no País.

A metodologia ONA conta com padrões definidos para 16 diferentes tipos de serviços de saúde, tais como: hospitais, ambulatórios, laboratórios, pronto atendimento, atenção domiciliar, hemoterapia, nefrologia e terapia renal substitutiva, medicina hiperbárica, atendimento oncológico, diagnóstico por imagem, radioterapia e medicina nuclear, clínicas odontológicas e serviços de apoio, como processamento de roupas para serviços de saúde, esterilização e reprocessamento de materiais, dietoterapia e manipulação.

 

 

 

Fonte: Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional – ABRALIMP.

Foto: http://www.ona.org.br