Conteúdo elaborado pela Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional traz os procedimentos de limpeza e desinfecção adequados para uma estadia segura nestes ambientes

A Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp), visando padronizar os protocolos de limpeza durante a pandemia da Covid-19, acaba de lançar um manual com as informações básicas recomendadas para auxiliar os meios de hospedagem em seus processos de limpeza e desinfecção, colaborando no combate ao novo coronavírus.

Neste momento de apreensão mundial, a limpeza tem destaque como importante ferramenta para conter o avanço exponencial do novo coronavírus, mantendo os locais limpos e desinfetados, através do emprego de técnicas corretas aliadas à utilização de produtos e equipamentos adequados. É de extrema importância que os profissionais entendam o papel fundamental que desempenham nesse processo.

Desta forma, as equipes devem proceder à limpeza (procedimentos para remoção de sujidades) e desinfecção (processos que visam reduzir a carga microbiana nas mais diversas superfícies com a utilização de produtos devidamente regulamentados pela Anvisa) em todos os ambientes como medida preventiva.

A utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) é obrigatória para a realização dos processos e todos os colaboradores que atuam na higienização dos hotéis devem ser treinados para utilizá-los corretamente. É preciso alertar também para a colocação dos dispositivos para proteção respiratória em qualquer ambiente.

Como higienizar durante a estadia do hóspede?

A Abralimp destaca no manual que o protocolo disponibilizado pelo Ministério do Turismo recomenda que sejam definidos dois funcionários para realizar a limpeza da unidade habitacional: um que ficará responsável pela remoção do enxoval do quarto e pela remoção do lixo e outro ficará responsável pela limpeza.

Outro ponto importante é adotar dois protocolos de limpeza nas unidades habitacionais: uma durante a estadia do hóspede, realizada em dias alternados e sem a presença dele; e a outra no check-out, incluindo procedimentos mais específicos e abrangendo toda a unidade, do teto ao piso.

Considerações importantes para os meios de hospedagem

Além de trazer três importantes protocolos governamentais para facilitar a consulta do leitor, a publicação traz considerações importantes para o setor, como:

  • Nas áreas de piscina, higienizar espreguiçadeiras, mesas e cadeiras após cada uso.
  • Nos balcões/bancadas, fazer a higienização a cada atendimento.
  • Na troca de roupa de cama e banho, as roupas usadas deverão ser acondicionadas em sacos, para não terem contato com outros materiais;
  • Realizar a retirada do enxoval sem movimentos bruscos, evitando a suspensão das partículas no ambiente.
  • As roupas limpas também devem ser acondicionadas em sacos limpos para evitar contaminação.

Clique aqui e acesse a íntegra no Manual de Procedimentos de Limpeza durante a pandemia de Covid-19 para meios de hospedagem, produzido pela Abralimp!

 

 

Fonte: Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional – ABRALIMP por ADS Comunicação Corporativa.

Foto/Divulgação: ABRALIMP