Renata Andrade, especialista em gestão inclusiva e neurocientista, apresentou a palestra “Neurociência e Liderança feminina”

Foi realizado na terça-feira (29/03) o primeiro evento exclusivo da Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp) voltado especialmente para as mulheres que atuam nas empresas associadas. Na ocasião, a professora Renata Andrade, diretora técnica do Instituto Diversitas, especialista em gestão inclusiva e neurocientista, graduada em Filosofia, apresentou a palestra “Neurociência e Liderança feminina” e promoveu um rico bate-papo com as convidadas.

Para entrar no tema, Renata explicou que, até pouco tempo, para estudar o cérebro, as análises eram feitas com modelos masculinos. Pensava-se que o espécime macho valeria para compreender a fêmea. No entanto, a fêmea passa por grandes mudanças hormonais, variável que precisava ser considerada. “Na medida em que as tecnologias e métodos evoluíram e mais mulheres entraram para as pesquisas, essa avaliação começou a avançar e há estudos recentes que mostram a diferença entre o sistema nervoso central masculino e o feminino”, conta.

Um seria melhor do que o outro? Segundo ela, não, apenas são diferentes. “A mulher, durante muito tempo, não foi avaliada com o cuidado que seria necessário para entendermos essas diferenças. Ainda assim, já conseguimos conclusões importantes”.

Liderança feminina nas empresas

A neurocientista destaca que existem diferenças relevantes em homes e mulheres quando o tema é liderança. E essas variações podem ser benéficas, levando a gestão de uma companhia ao equilíbrio. Ela destaca que há um modelo de liderança ideal, pautado em um conjunto de estereótipos masculinos (ser objetivo, não chorar, ser forte, administrar, buscar resultados).

Já o modelo feminino geralmente tende a ser mais colaborativo, cooperativo, de cuidado, parceria, escuta, prestar atenção no outro. “Precisamos de quem mais na liderança? De quem administra ou de quem cuida? Das duas características. Está na hora de pararmos de polarizar. O caminho mais sábio é o do meio. Tanto homens quanto mulheres podem transmitir informações de liderança. É preciso aprender a conviver com as diferenças e a reconhecê-las”, afirma.

 

Convite especial

Durante o evento, a auxiliar de limpeza do Hospital Hcor, Maria Madalena, que venceu recentemente o Prêmio Notáveis CNN 2022, na categoria “Heroína do Ano”, sendo reconhecida por sua atuação na área de higiene da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) durante a pandemia, foi convidada por Nathalia Ueno, vice-presidente executiva da Abralimp, a participar da abertura solene da Higiexpo 2022, a maior feira de produtos e serviços para higiene, limpeza e conservação ambiental da América Latina, a ser realizada de 9 a 11 de agosto, no São Paulo Expo.  “Gostaríamos da sua participação neste importante momento da limpeza profissional, uma vez que você representa muitos dos profissionais que atuam em nosso setor”, disse Nathalia.

A Abralimp convida a todos a participarem da 27ª Higiexpo, principal evento de negócios do setor, que apresentará as principais soluções em limpeza profissional. As inscrições já estão abertas! Para garantir a sua vaga no evento, acesse: https://higiexpo.com.br/

Fonte: ABRALIMP